sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

PERSONALIDADE PELO MODO DE DORMIR


De costas - Braços e pernas abertas
Que espírito de liberdade!
Adora conforto e venera a beleza.
Também é um(a) verdadeiro(a) esbanjador(a) - tomara que
ganhe bem, né? É um pouquinho abelhudo(a) e adora uma fofoca. Cuidado para não levar umas picadas...


De costas - Com os braços cruzados em baixo da cabeça
Você é muito inteligente e adora aprender. Às vezes tem algumas idéias difíceis de ser compreendidas.
É uma pessoa que se preocupa com a família e seu grande problema é que é exigente demais no amor.
Descruze esses braços, já!



De costas - Pernas cruzadas
Todos que dormem de pernas cruzadas são definidos como obsessivos(as)e tem dificuldade para aceitar mudanças. Tem como prioridade a solidariedade e sua maior qualidade é a capacidade de tolerância.
Pelo menos tem grandes qualidades...


De lado
Indica que você é uma pessoa confiável. Obtém sucesso em todas as tarefas que se dispõem a fazer. Aliás, dizem que as pessoas que dormem para o lado direito tem tendências ao poder e a fortuna. Lado direito, então!


De lado e encolhido(a)
Egoísta e vingativo(a), são palavras que te descrevem.
As pessoas a sua volta devem cuidar-se para não pisar no seu calo, se não... Be happy, cara!



De lado - Deitado(a) em cima de um braço
Ao contrário da posição anterior - de lado e enroladinho(a) - você é gentil, político(a), sincero(a) e amoroso(a). Como ninguém é perfeito(a), você deveria ser mais seguro(a) e aprender a aceitar seus erros e imperfeições.
É isso aí! Errar é humano, sabia?


De bruços - Barriga para baixo
Se você dorme com a barriga para baixo toda a noite, você parece ser muito cabeça-dura. Costuma ficar em cima do muro e ser manipulador(a).
É também um pouco imprudente.
Hora de trocar sua posição de dormir, não acha?


Abraçando-se
Sente-se sozinho(a) e deprimido(a) porque é obcecado(a) pelo passado e seus erros.
Você é indeciso(a), dando a impressão que o amor é um caso perdido em sua vida.
Quem vive de passado é museu...


Coberto(a) até a cabeça
Você se mostra muito machão em público, no caso dos homens, é claro, mas bem lá no fundo você é tímido e frágil. Mulheres idem. Tende a manter um bocado de segredos. Se encontra algum problema, guarda para si e não procura ajuda. Relaaaaxeeeeee... pessoal...


De lado com uma perna dobrada
Você tem tendência a ser escandaloso(a) e reclamar muito.
Nervosismo é provavelmente seu apelido. Faz tempestade em copo d´agua.
A vida não é um grande jogo de apostas, relaxa!









AS SETE MARAVILHAS DO MUNDO



Estátua de Zeus Olímpico (Grécia) 
Foi esculpida por Fídias, o mais célebre escultor da Antiguidade, em ébano e marfim, entre 456 e 447 a.C. (depois dessa, Fídias não fez mais nenhuma outra obra). Tinha quinze metros de altura e era toda incrustada de ouro e pedras preciosas. Estava na cidade de Olímpia até que um terremoto a destruiu, possivelmente em 1 215. Entre os gregos, considerava-se desafortunado aquele que não tivesse visitado a estátua.
Templo de Diana (Turquia)
Levou duzentos anos para ficar pronto - em 450 a.C. - na cidade de Éfeso. Tinha 141 metros de comprimento e 73 metros de largura. Suas 127 colunas de mármore atingiam dezenove metros de altura. Depois de ter sido incendiado em 356 por Eróstrato, foi reconstruído (dessa vez em vinte anos) e destruído novamente em 262 pelos godos.
Colosso de Rodes(Grécia)
A gigantesca estátua de Hélio, o deus do sol, tinha 46 metros de altura, era toda de bronze e pesava setenta toneladas. De pernas abertas, ela ficava na entrada do golfo de Rodes, uma ilha do mar Egeu. Levou doze anos para ser construída (292 a 280 a.C.) e acabou destruída por um terremoto em 224 a.C. Os restos foram vendidos a um comerciante que encheu novecentas cargas de camelo.
Mausoléu de Halicarnasso (Turquia)
Artemissa II, irmã e esposa do rei Mausolo, mandou construir o maior e mais suntuoso túmulo de todas as épocas. Sua base era de mármore e bronze, com revestimento de ouro. Trabalharam ali 30 mil homens durante dez anos e a obra ficou pronta em 352 a.C. No alto da construção de cinqüenta metros, viam-se as estátuas do rei e da rainha. Artemisa morreu antes de ver o mausoléu terminado. Fragmentos desse monumento são encontrados no Museu Britânico, em Londres, e em Bodrum, na Turquia. A palavra mausoléu vem de Mausolo.
Farol de Alexandria (Egito)
Erguia-se numa das ilhas de Faros, perto de Alexandria e tinha uma torre de mármore branco de 135 metros de altura. Era iluminado pelo fogo de lenha ou carvão. lnaugurado em 270 a.C., o farol foi destruído por um terremoto em 1375.
Jardins suspensos da Babilônia (lraque)
Foram construídos por ordem do poderoso Nabucodonosor II, em 600 a.C., em homenagem a urna de suas mulheres, Semíramis, que sentia saudade das montanhas de sua terra. Os jardins eram seis montanhas artificiais, apoiadas em colunas de 25 a cem metros de altura, ao sul do rio Eufrates. Ficavam a duzentos metros do palácio real. Conta-se que Nabucodonosor enlouqueceu ao contemplar essa obra. Alguns historiadores, no entanto, atribuem o trabalho à rainha Semíramis. Tudo foi destruído em data desconhecida.
Pirâmides do Egito
Das sete maravilhas do mundo antigo, as oitenta pirâmides suo as únicas sobreviventes. Foram construídas por de 2690 a.C., a 10 km do Cairo, capital do Egito. As três célebres pirâmides de Gizé ocuparam uma área de 129 000 metros quadrados. A maior delas (148 metros de altura) foi construída por Quéops, o mais rico dos faraós, com 2.3 milhões de blocos de pedra, a maioria deles pesando duas toneladas e meia. Empregou 100 mil operaríos durante vinte anos. As outras grandes pirâmides são a de Quéfren (136 metros) e a de Miquerinos (62 metros). Miquerinos era filho de Quéops e construiu a mais cara de todas elas. Se enfileirássemos os blocos de granito das três pirâmides, eles dariam a volta ao mundo.

TIPOS DE BEIJO


Beijo francês: não há melhor país no mundo para nomear o mais gostoso dos beijos: o de língua. Os românticos franceses inspiraram o apelido do beijo onde as línguas se entrelaçam. A ironia é que na França o beijo de língua é chamado de beijo inglês. Bem inglês? O iGirl é contra, afinal, tirando o Hugh Grant, os a maioria dos ingleses têm bocas horríveis, com dentes sempre feios.
Beijo de esquimó (ou nordestino): o que há em comum entre a friorenta e distante terra dos esquimós e nossa caliente região nordestina? É que na linguagem dos “pingüinzinhos” humanos, a palavra que designa beijar é a mesma que serve para dizer cheirar. Quem também mistura tudo por aqui são os nordestinos, que vivem carinhosamente pedindo “um cheiro”, mas ganham um beijo. Já os esquimós, ficam mesmo no esfrega esfrega de narizes.
Beijo Titanic: é só os lábios se juntarem para a troca de salivas bombar. Mas sempre tem aquele tipo que exagera, que transforma o beijo num aguaceiro nojento. O resultado não poderia ser outro: a balada perfeita se afunda, tal qual o desastre do Titanic...
Beijo fim de feira: mais uma categoria “disgusting”. Sabe quando você vai num churras, passa a tarde inteira no xaveco de um gatinho, mas só depois de se fartar de picanha, frango a passarinho e pão com vinagrete é que vocês se beijam? Pois é, nesse momento vocês estão exercitando o famoso beijo fim de feira.
Beijo conde Drácula: é o beijo que se entende até o pescoço. O maior perigo desse beijo é deixar o conde Drácula se empolgar e deixar o famoso chupão no seu pescoço.
Beijo metralhadora: de uns tempos para cá, o beijo metralhadora também passou a ser conhecido como beijo felícia, uma homenagem a personagem “fofa” do Cartoon Network. Já entendeu o estilo do amasso, né? São beijos desenfreados, atirados para todas as partes do corpo da vítima: testa, bochechas, orelhas, nuca, boca, nada escapa de uma Felícia.
Beijo roda gigante: para praticar o beijo roda gigante, é preciso ter muito equilíbrio e controlar a vertigem. Esse tipo de beijo exige sincronia total, já que o casal beijoqueiro fica virando a cabeça de um lado para o outro e a qualquer sinal de descuido, cacholas podem bater!
Beijo aspirador de pó: aquele em que o garoto ou a garota mete o línguão na goela do companheiro e suga tudo que vê pela frente: língua, dentes, gengiva, amídalas... Também é conhecido como beijo endoscopia, que vai da garganta, desce até o estômago e volta... Eca!
Beijo de tia: aquele em que só as bochechas se encostam, e a boca beija o nada. As estatísticas indicam que há cada segundo, são dados 154.920.843.030 bilhões de beijos de tia no planeta Terra, o que faz desse estilo o mais popular de todos.
Beijo de amigos: conhecido como selinho. O selinho é sacramentado após os amigos grudarem delicadamente seus lábios – que deverão estar em formato “biquinho” – e mantê-los unidos por, no mínimo, um décimo de segundo. O beijo de amigos foi muito comum em certos períodos da história da humanidade, quando todos se cumprimentavam naturalmente selando os lábios.
Beijo oceânico: comum em tribos da África e Oceania. Um cobre o nariz do outro com os lábios. É absolutamente proibida a troca de beijos oceânicos caso uma das pessoas envolvida esteja gripada.
Beijo musical: é uma modalidade hippie de beijo. Os lábios não se tocam, o homem sopra na boca da mulher com cuidado. Ela controla o som abrindo e fechando a boca. Enfim, uma inutilidade de beijo, para curtir um som é mais fácil ligar o rádio...
Beijo escondidinho: quando a língua desaparece! O beijo escondidinho provoca uma solidão terrível, um vazio profundo. A dica é não se envergonhas e resgatar a língua do companheiro!

28 fatos sobre o beijo


01. Os Hershey’s Kisses têm este nome porque a máquina que os fabrica parece beijar a esteira transportadora ao depositar o chocolate.
02. Metade das pessoas tem o seu primeiro beijo amoroso antes dos 14 anos de idade.
03. Os corpos das pessoas, enquanto ocorre o beijo, produzem substâncias 200 vezes mais poderosas do que a morfina em termos de efeito narcótico. É por isso que um casal pode sentir euforia ou êxtase durante um beijo.
04. Beijo de borboleta’ é o nome dado a uma espécie infantil de beijo onde se esfrega suavemente os cílios no nariz ou bochechas de outra pessoa, com o movimento da pálpebra.
05. O beijo de língua é chamado de “união de almas” na França. Comumente os franceses são atribuídos pela invenção deste tipo de beijo.
06. O prazer do beijo pode estar ligado ao fato do tato labial ser duzentas vezes mais sensível do que o tato nos dedos.
07. Uma mulher beija uma média de 80 homens antes de casar, de acordo com estatísticas estado-unidenses.
08. Estudos indicam que 66% das pessoas mantêm os olhos fechados enquanto beija. O restante sente prazer em observar a miríade de emoções no rosto do parceiro (a).
09. Nos tempos medievais os beijos eram levados a sério. Se um casal era pego “nos agarros” poderia ser forçado a casar.
10. Beijar em público não é bem visto no Japão, Taiwan, China e Coréias. Os beijos japoneses típicos são ‘beijocas’ para nós e parecem ter sido criados para censurar a ‘perda da moral’ do ocidente. Um casal japonês deve manter certa distância antes de se curvarem de ousar se curvar para encostarem os lábios por um segundo.
11. Em alguns locais ou certas ocasiões beijar é crime. Nos EUA, no estado de Indiana, é ilegal que um homem de bigode “beije habitualmente seres humanos”, na cidade de Hartford, Connecticut, é ilegal que um marido beije a esposa no domingo.
12. O beijo mais longo durou 31 horas e foi realizado para um programa de televisão chamado “Ricki Lake” em 2002, na cidade de New Jersey.
13. A palavra ‘ósculo’ é sinônimo de ‘beijo’ em português. A palavra é originada do latim ‘osculum’, que significa ‘boca pequena’, ou seja, o movimento feito com os lábios no momento do beijo.
14. Em algumas tribos africanas se presta homenagem ao chefe ao beijar o chão por onde ele passou.
15. Nos EUA os beijos nas bochechas só são dados por pessoas íntimas e não é o cumprimento padrão como no Brasil ou na Europa.
16. A etiqueta vitoriana exigia que o homem se curvasse para beijar a mão das damas.
17. Na Rússia, o maior sinal de reconhecimento era um beijo do Czar.
18. Os antigos romanos beijavam uns aos outros nos olhos ou na boca como cumprimento.
19. Os esquimós, polinésios e malásios esfregam os narizes ao invés de beijar.
20. Mas ao contrário da crença popular os esquimós não apenas esfregam os narizes uns contra os outros para mostrar afeto e amor. Assim que os narizes se encontram eles abre um pouco suas bocas. Em seguida eles inspiram profundamente e solta o ar pelo narizes, com os lábios cerrados. Depois de saborear os aromas uns dos outros, os parceiros pressionam o nariz contra as bochechas uns dos outros e ficam parados nessa posição por um ou dois minutos.
21. Uma pessoa comum passa 20.160 minutos (14 dias) da sua vida beijando.
22. Estima-se que os homens que beijam suas esposas ao se despedir, antes de sair de casa, vivem cinco anos mais e ganham salários maiores do que aqueles que apenas batem a porta. Os homens da última categoria também tendem a sofrer mais acidentes de trânsito.
23. Beijar apaixonadamente por 90 segundos eleva a pressão sanguínea e causa aceleramento cardíaco. Aumenta o nível de hormônios no sangue reduzindo a expectativa de vida em um minuto.
24. Beijar ajuda a prevenir contra cáries, pois aumenta a produção de saliva que colabora na limpeza da boca.
25. Quem beija troca saliva contendo diversas substâncias como gordura, sais minerais, proteínas, etc. A troca destas substâncias pode incentivar a produção de anticorpos pela sua relação com antígenos associados a diferentes doenças.
26. Um beijo romântico rápido queima entre uma e três calorias. Um beijo de boca aberta com contato de língua de curta duração pode queimar cinco calorias. Um beijo de um minuto pode gastar até 26 calorias. Isso é o dobro do gasto de uma corrida intensa, na subida.
27. Durante o ato do beijo você coloca 29 músculos faciais em movimento. Em outras palavras o beijo pode ser usado como exercício eficiente para prevenir o aparecimento de rugas.
28. Beijar ajudar a relaxar e a reduzir os efeitos do estresse.

10 alimentos pra quem quer viver mais


AVEIA
Ajuda a diminuir o colesterol ruim, o LDL. Ganhou o selo de redutor do risco de doenças cardíacas da FDA, agência americana de controle de alimentos e remédios.

Quantidade recomendada: 40 gramas por dia de farelo ou 60 gramas da farinha.

ALHO
Reduz a pressão arterial e protege o coração ao diminuir a taxa de colesterol ruim e aumentar os níveis do colesterol bom, o HDL. Pesquisas indicam que pode ajudar na prevenção de tumores malignos.

Quantidade recomendada: um dente por dia (para diminuir o colesterol e a pressão arterial).

AZEITE DE OLIVA
Auxilia na redução do LDL. Sua ingestão no lugar de margarina ou manteiga pode reduzir em até 40% o risco de doenças do coração.

Quantidade recomendada: 15 mililitros por dia ou uma colher (de sopa rasa).

CASTANHA-DO-PARÁ
Assim como noz, pistache e amêndoa, auxilia na prevenção de problemas cardíacos. Também ganhou o selo de redutora de doenças cardiovasculares da FDA.

Quantidade recomendada: 30 gramas por dia ou de cinco a seis unidades.

CHÁ VERDE
Auxilia na prevenção de tumores malignos. Estudos indicam ainda que pode diminuir as doenças do coração, prevenir pedras nos rins e auxiliar no tratamento da obesidade.

Quantidade recomendada: de quatro a seis xícaras por dia (para reduzir os riscos de gastrite e câncer no esôfago).

MAÇÃ
Ajuda a prevenir tumores malignos, diz o médico Michael Roizen. O consumo regular de frutas variadas auxilia na redução de doenças cardíacas e da pressão sangüínea, além de evitar doenças oculares como catarata.

Quantidade recomendada: cinco porções de frutas por dia.

PEIXES
Os peixes ricos em ômega 3, como a sardinha, o bacalhau e o salmão, são poderosos aliados na prevenção de infartos e derrames. Estudos indicam também que reduzem dores de artrite, melhoram a depressão e protegem o cérebro contra doenças como o mal de Alzheimer.

Quantidade recomendada: pelo menos 180 gramas por semana (para reduzir o risco de doenças cardiovasculares).

SOJA
Ajuda a reduzir o risco de doenças cardiovasculares, segundo a FDA. Seu consumo regular pode diminuir os níveis de colesterol ruim em mais de 10%. Há indicações de que também ajuda a amenizar os incômodos da menopausa e a prevenir o câncer de mama e de cólon.

Quantidade recomendada: 150 gramas de grão de soja por dia, o equivalente a uma xícara de chá (para reduzir o colesterol).

TOMATE
Auxilia na prevenção do câncer de próstata.

Quantidade recomendada: uma colher e meia (sopa) de molho de tomate por dia.

VINHO TINTO
A uva vermelha, presente no vinho ou no suco, ajuda a aumentar o colesterol bom e evita o acúmulo de gordura nas artérias, prevenindo doenças do coração.

Quantidade recomendada: dois copos de suco de uva ou uma taça de vinho tinto por dia.

* As quantidades de alimentos indicadas se referem apenas à prevenção das doenças especificadas. A dosagem ideal para o combate das demais ainda não foi identificada pelos pesquisadores.

Hanseníase doença mais atinga


Atualmente, médicos e especialistas têm conhecimento acerca de inúmeras doenças, de todas elas a mais antiga é a hanseníase. Os primeiros registros dessa doença datam de 1350 a.C.. Apesar de ser muito antiga, o tratamento eficaz da doença só foi descoberto no começo dos anos 80, com o desenvolvimento da poliquimioterapia.
A hanseníase é provocada pela bactéria Mycobacterium leprae, também conhecida como Hansen, ela agride principalmente os nervos e a pele, podendo, em estágios mais graves, resultar em deformações. A lepra, como era conhecida, consome, resseca, agride e penetra na pele, deforma nervos, músculos e ossos.
No início ela provoca uma dor quase insuportável que logo passa e é substituída pela perda da sensibilidade e dos movimentos. O nome foi alterado por causa do preconceito com o qual os portadores da doença eram tratados, no Brasil a lepra passou a ser conhecida como hanseníase.
Em números absolutos de hanseníase, o Brasil é o segundo país no ranking, perdendo somente para a Índia

número romanos sem zero


Os números criados pelos romanos foram relacionados a letras, diferente de outros povos que criaram símbolos na representação numérica de algarismos. Os números romanos utilizavam as letras I, V, X, L, C, D, M na representação dos seguintes valores: 1, 5, 10, 50, 100, 500, 1000 respectivamente. O interessante desse sistema de numeração é a ausência de uma letra relacionada ao número zero. Mas ao criar esse sistema de numeração, os romanos não estavam interessados na realização de cálculos. Eles simplesmente queriam números representativos para a determinação de quantidades, como contar objetos, animais, armas e etc. A representação numérica adotada pelos romanos foi durante muitos séculos a mais utilizada por toda a Europa.
Com o desenvolvimento da expansão comercial, a utilização de cálculos matemáticos tornou-se uma questão primordial. Foi nesse momento que os números romanos foram questionados em razão da ausência do zero e da representação de valores por letras. Essas características principais do sistema de numeração dos romanos dificultavam o desenvolvimento de técnicas matemáticas eficazes. Alguns estudiosos romanos tentaram relacionar o sistema numérico com a utilização do ábaco, mas os meios operantes requisitavam conhecimentos complexos.